sábado, 19 de novembro de 2016

Por que não consigo terminar o TCC?


Ah o TCC,  aquele monstro sádico em forma de monografia para concluir o curso.

Apesar de ter demorado dois meses a mais para terminar o meu,  acho o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) ou monografia fundamental,  ele faz você colocar em prática tudo aquilo que você aprendeu na graduação. Ele é seu desafio final (Algumas faculdades optam por um artigo).


A parte mais complicada do TCC é  quem o escreve. Sim,  é você! Foi criado um mito que demoniza o pobrezinho. E o graduando fica tão assustado que acaba criando uma barreira imaginária entre ele e a monografia. Uma coisa é certa,  não enrole para escrever seu TCC. 

É provável que vocês escrevam muito e nada fique bom, que você escreva um parágrafo e fique perfeito; o importante é escrever.  Não fique mais de dois dias sem elaborar algo na monografia. Anote todas as ideias que te ocorrerem.

Eu mesma quando escrevi meu TCC,  na reta final tive que reescrever o primeiro capítulo inteiro. E adivinha?  Ele ficou MUITO melhor,  chegando perto da perfeição. Mas só perto,  porque perfeição não existe,  por isso não fique achando que se você “ficar mais um pouquinho para revisar” o TCC achando que se corrigir isso ou aquilo ficará melhor,  talvez até fique, mas quanto mais você olhar,  mais coisas vai querer mudar por achar que “pode fica melhor” e devido a isso vi VÁRIAS pessoas demorarem para entregá-lo.

Não existe fórmula para terminar o TCC, eu li várias matérias, dicas mas acabei desenvolvendo meu próprio método. O que aprendi: 



Ter referências equivocadas é algo que pode te impedir de terminar. Consulte seu orientador para saber qual livro é realmente bom ou se aquele livro que você quer usar como base para elaborar sua pesquisa é o correto ou procure ajuda de algum professor, que não seja seu orientador, para te ajudar indicando outros  livros. Eu fiz isso tudo.
Não afirme nada no TCC sem ter embasamento teórico; que não é nada mais, nada menos que usar reflexões e pensamentos de alguém que já escreveu sobre aquilo.
Não se esqueça de seguir as regras Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) — essa parte é muito traiçoeira. O TCC precisa ter a capa, folha de rosto,  dedicatória, agradecimentos, resumo, abstract (resumo numa segunda língua, usualmente, inglês) lista de figuras, sumário,  o texto dividido em capítulos e talvez até em subcapítulos, referências em ordem alfabética, anexos, fora ficar atenta a  espaçamento direito, esquerdo, superior e inferior da lauda e mais um montão de coisa. PESQUISE AS NORMAS.

Se você escolher fazer uma pesquisa de campo,  ir até algum lugar,  desenvolva um questionário decente com perguntas pertinentes diferentes das que já possam existir. E marque a visita com antecedência. Não tenha vergonha, você é uma pesquisadora (o)!

Faça as referências na medida em que for usando os livros no TCC,  as citações, no final será menos uma coisa para fazer. Não busque justificativas para deixar o TCC para trás, nada de procrastinar (palavra da moda): pintar unha quando ela já estava feita,  sair pela terceira noite consecutiva,  beber muito. Sim, é bom relaxar algumas vezes,  só não relaxe ao ponto de ficar relaxado (a).

E não esqueça: Divirta-se escrevendo,  aprenda com os autores e com os entrevistados ou observações que você fizer. Normalmente, o TCC é feito somente uma vez. E a sensação do primeiro TCC, só acontece no primeiro.

Modelos, exemplos e normas
Tem um livrinho bem fino e direto com vários exemplos e foi meu salva vida. No meu caso, em comprei na biblioteca da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). São dois livros de download gratuito para normatização do TCC, um para referências e o outro para o resto da monografia, disponíveis aqui: http://www.bc.ufes.br/publicacoes







Beijos e até a próxima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Youtube

Facebook

Pinterest

Instagram