terça-feira, 30 de outubro de 2018

7 filmes de terror para assistir no Halloween

Lista especial para comemorar Halloween no melhor estilo:

1) Quarto 1408 (Zimmer 1408) 

Um filme e inspirado na obra do mestre do terror, Stephen King. Estrelado por John Cusack, que interpreta um escritor de literatura de horror, que não tem tanto sucesso. 

Outrora, escrevia uma literatura dramática que vendia muito e possuía muito fans, porém desistiu por motivos pessoais, e começou a escrever livros de terror fazendo checklist de casas mal assombradas. Inusitadamente, ele descobre a existência do quarto 1408, que fica num hotel cujo gerente é interpretado por Samuel L. Jackson,  um homem misterioso que sabe tudo que ocorreu no quarto e tenta de qualquer forma afastar o escritor atormentado daquele lugar. O filme é bom demais, atuações incríveis, roteiro bárbaro, cenografia perfeita. 

É tudo realidade ou fantasia? Você só descobre no final. 

2) Holidays

Meu grande favorito da lista. É um filme com oito mini contos de terror, cheio de metáforas, com o tema de datas comemorativas. Vale muito a pena, adoro: Dia dos Pais, Dias dos namorados, Dia de São Patrício e Ano Novo. 


3) XX

No mesmo estilo de Holidays, porém dirigido, escrito e protagonizado só por mulheres. Os quatro mini contos são dramas cotidianos contados sob a perceptiva feminina, e toda a carga emocional jogada em cima das mulheres dentro do âmbito familiar. Longe de ser chato, piegas e sem graça; os contos são bem assustadores. O meu preferido é o "The box" (bem filosófico)  "Her Only Living Son" (que é inspirado no filme "O bebe de Rosemary").

4)A casa dos pássaros mortos (Dead birds)


O filme se passa em 1863. Um grupo de bandidos cruéis, depois de assaltar um banco e matar pessoas,  resolve passar a noite numa casa afastada da cidade, ao chegar nessa casa que fica perto de um milharal (se eu não me engano) veem uma criatura estranha correndo em sua direção. E a matam. Tem vários pássaros mortos ao redor da casa. Esta casa tem uma maldição. Dentro deste grupo de bandido, tem muitas situações mal resolvidas como traição, racismo, preconceito, inveja...e no decorrer do filme coisas acontecem, inclusive preste atenção nas pegadas e no espelho. 

A maldição age neles sem eles  perceberem. Sem fé e sem escrúpulos, os bandidos são consumidos um a um. 
Vale a pena ver este filme, porque ele é bem diferente dos da lista. O filme é trash, mas tem ação, suspense, drama. O roteiro é digno. 

5)February (ou The Blackcoat's Daughter)


Coitado desse filme, foi bem ignorado pela critica. Tem como protagonista Emma Roberts. Um filme melancólico, não tem nenhum ápice. 

Duas garotas que estudam no internato, possuem personalidades distintas. Uma delas é popular, a outra introvertida e muito sensível. Chega o período de férias, as famílias vão buscar as meninas. Entretanto, por motivos ainda desconhecidos a família dessas duas garotas não vai busca-las, elas ficam na escola com duas freiras para supervisionar.  

O filme trata de abandono. O inverno, o filtro azul usado na edição, deixa o filme gelado, frio, seco. O longa também mistura presente e passado, a narrativa não segue uma sequencia cronológica;  achei isso interessante também.

6) Halloween 

Esse nem preciso comentar. Michael Meyers já é um velho conhecido (da mesma linha de Jason, Freddy, Chucky e Leatherface), apareceu pela primeira vez em 1978. O filme que foi lançado este ano exatamente neste mês "Halloween! tem Jamie Lee Curtis, que também fez a primeira versão em 1978. 

7) Inocentes 

Este filme é de 1961, um super clássico do terror. É considerado um filme extremamente inovador e muito polêmico. Quem é o inocente nessa historia? Esta é a pergunta que gira em torno do filme.

Uma jovem vai trabalhar em uma casa localizada numa cidade do interior. Sem experiência de vida e nenhum emprego anterior, ela tem cerca de 20 anos, o tio de duas crianças a convence a ir trabalhar de babá. Ao chegar na casa ela conhece as duas crianças e se aproxima da empregada mais antiga da casa e que revela o que acontecia no passado dentro daquela casa. Muito mais que fantasmas, e aparições inexplicáveis,  o filme mexe com você, porque ele é contado  pela jovem babá. Parece um misto de loucura com inocência da parte dela. 

O filme flerta demais com escândalos... Se hoje em dia a cena do beijo (que vocês verão) é tema de altas conversa e teses, imagina na época? Fora que colocar crianças com atitudes e textos tão adultos é realmente um campo perigoso e audacioso. O filme é muito bom e é lotado de referências. 


E aí, gostaram?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Youtube

Facebook

Pinterest

Instagram