quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Resenha/Crítica: “Southside with you” (Michelle e Obama) um filme para ser apreciado

NÃO CONTÉM SPOILER
Data de lançamento: 8 de dezembro de 2016 (Brasil) 
Direção e roteiro: Richard Tanne
Produtor executivo: John Legend
Música composta por: Stephen James Taylor
Empresa Produtora: IM GLOBAL

Foto divulgação 
Sinopse: Inspirado no primeiro encontro de Barack e Michelle Obama, o filme narra o dia de verão agitado em 1989, quando um charmoso jovem chamado Barack Obama, calouro da faculdade de Direito de Harvard arruma um emprego temporário em um escritório de Chicago. Lá, fica sob as ordens da jovem advogada Michelle Robinson, por quem se apaixona. Depois de muito relutar, Michelle aceita o convite de Obama para um passeio que marca o início de um romance entre o futuro presidente dos Estados Unidos e sua encantadora esposa, em uma emocionante história de amor, doce e inspiradora. Os dois visitam um museu, fazem uma longa caminhada e terminam o dia de verão assistindo ao filme Faça a Coisa Certa, de Spike Lee.

Foto divulgação
Esse é um filme que não pode deixar de apreciado. Sim, essa é a palavra, apreciado. É um dos filmes mais românticos, sensíveis e delicados que eu já vi. Tem um cuidado com as palavras, com detalhes que podem passar despercebido; mas eu duvido. Imagine um primeiro encontro perfeito!? Pois é, esse que você acabou de imaginar nem se compara com este primeiro encontro.


A serenidade, nem de longe, faz este ser um filme linear, tem cada “tapa na cara”, pois obviamente é um filme com um dos casais mais famosos do mundo, duas autoridades americanas, a Primeira Dama e o Presidente dos Estados Unidos da América. Ambos são negros, casados há 23 anos, mas como eu disse, o filme é muito detalhista, no diálogo dos dois não tem “ativismo”, mas ao redor deles sim; os cenários, os lugares e as pessoas que eles encontram, e que carregam no discurso as questões raciais que tanto prejudicam a igualdade entre as pessoas. Prestem atenção nas palavras pichadas nas paredes, nos cartazes do cinema é tudo muito importante nesta produção.

Por seu um filme caloroso, sua paleta de cores é composta por cores quentes e suaves, ele é bem iluminado para dar um tom alegre, de força e conquistas. E os atores são sensacionais, passam muita verdade e naturalidade, além de serem muito bonitos.  A trilha sonora é muito sugestiva e combina muito com as cenas. 

Foto divulgação
O filme inicia com Michele Robinson (Tika Sumpter) e Barack Obama  (Parker Sawyers) saindo de casa para um encontro. Michelle é descrita como uma moça batalhadora, inteligente e que teve que aprender que para conquistar seu espaço precisa ser duplamente melhor, pois além de mulher, dentro de um espaço ocupado majoritariamente por homens, ela é negra. Barack um jovem queniano, esperto e dinâmico, filho de casal interracial, já viveu muitas experiências e usa da eloqüência e da oratória para alcançar seus objetivos.

Esses dois passam um dia se conhecendo. E este é o momento em que destaco alguns momentos deste passeio delicioso e cheio de descobertas um do outro.

1)  Barack fuma. Michelle logo de cara torce o nariz para isso. Mas tarde, numa conversa sobre o pai dele, Michelle o vê acender um cigarro e sorri. Compreendendo do por que dele ter aquele vício.

2)  No início do filme, ao entrar no carro, Michele está tensa e Barack também, ao final do filme, ele esta encostado no banco do carro e ela com as pernas apoiadas na poltrona. Os dois já mostram cumplicidade e conforto um com a presença do outro.

3)  Numa conversa no bar, Michelle, depois de conhecer um pouco mais o Obama, e ouvi-lo dizer várias coisas, inclusive discursar, dá uma lição de perdão e sabedoria para ele.

Foto divulgação
Essa é uma história de um jovem casal que começa uma relação baseada em quatro pilares amor, cumplicidade, admiração e respeito. Os dois foram feitos um para o outro, com muitas opiniões divergentes, se completam nas diferenças, dividindo o mesmo desejo. Tornando-se uma inspiração para todo uma nação. E acho que o filme veio numa época necessária, com tantas coisas ruins acontecendo, este casal nos mostra que o amor esta em tudo: Numa relação de um casal, no trabalho e nos estudos. E o tempo de questionar o que está errado é o tempo todo.

Nem preciso falar que já nos primeiros 20 minutos estava chorando, apesar de não ser um filme triste nem dramático. Eu realmente me senti tocada pelo filme e fazia tempo que isso não acontecia. 

NOTA: 10

Fotos do casal na vida real: 

Foto da internet
Foto da internet
Foto do site http://izismile.com/2011/11/04/rare_photographs_of_celebrities_part_16_50_pics.html
Foto da internet
Foto da internet
Beijos e até a próxima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Youtube

Facebook

Pinterest

Instagram